CONQUISTE MAIS CLIENTES E MAIS FATURAMENTO

Receba GRATUITAMENTE minhas dicas e sacadas para alavancar seus negócios usando a Internet!

Empreendedorismo

Tomada de Decisões por Feeling???

0

Transcrição do Vídeo

Você toma as principais decisões sobre o seu negócio, baseando-se apenas no seu feeling ou na sua intuição? Talvez seja a hora de repensar isso …

Em praticamente qualquer nicho de mercado que sua empresa possa atuar, o mercado hoje é extremamente competitivo e, dificilmente enquanto empreendedor, você vai acertar sempre – errar faz parte do processo. No entanto, correr atrás de dados e informações, pode fazer toda a diferença entre acertar mais do que errar – a probabilidade de tomar decisões corretas torna-se muito maior!

E olha … eu não estou falando aqui que você nunca deve confiar na sua intuição ou que não deva “pensar positivo”. Claro que você que é o dono, que está a frente do negócio, precisa ser otimista … Otimismo é algo que todo empreendedor deve ter – você precisa disso para se “energizar”, para passar essa mensagem para sua equipe.

Porém, mais importante do que ser otimista é ser realista: não adianta você ACHAR que um novo serviço, a fabricação de um número X de produtos em um dado mês ou a aquisição de uma franquia representam ótimas oportunidades, sem ter informações que amparem as suas decisões.

Eu percebo que muitos empreendedores tomam suas decisões mais no achismo do que em outra coisa e isso acontece por algumas razões:

  1. Cultura / Preguiça – Falta de hábito de correr atrás de informações.
  2. Crença Cega em Ações Passadas – Se deu certo uma vez, então vai funcionar agora.
  3. Ego do Empreendedor – Síndrome do “eu sou fod*”.

A minha dica é que você reflita um pouco sobre como você toma suas decisões. Na próxima vez que enfrentar o dilema de decidir algo importante, pense nisso que eu estou falando.

Use as Informações que Você Tem a Disposição

Informações

As vezes você já tem várias informações a sua disposição e simplesmente não usa. De nada adianta sua empresa ter um sistema de gestão super moderno e você não utilizar aquelas informações que já estão lá, a sua mão.

Com a Internet, hoje nós temos uma quantidade enorme de informações a um clique do mouse no “Big Data”. Basta dedicar alguns minutos do seu tempo para acessar dados valiosos a respeito do que quer que seja.

Note que quando eu falo em buscar informações para amparar sua tomada de decisões, eu não estou falando necessariamente em pesquisas de mercado super elaboradas. Pequenos empreendedores dificilmente têm acesso a esse tipo de ação, principalmente devido a seu custo e tempo demandado.

Utilize Observações de Campo

observação de campo

Uma observação de campo pode valer muito mais que muitos números. Vamos supor que você planeje abrir a franquia de um restaurante em um determinado ponto – um pequeno shopping do seu bairro. Ao fazer uma projeção inicial se o negócio vale mesmo a pena, você poderia, por exemplo, ir até o local em diferentes dias da semana e horários e observar a movimentação de clientes nos concorrentes.

Não que isso te dará uma informação precisa sobre quantas refeições você potencialmente venderá por mês, mas é um dado muito mais forte do que simplesmente estimar a venda de 2.000 refeições por dia, por puro achismo.

Conversar com proprietários de negócios no local, sendo franco a respeito de suas intenções, também pode gerar informações bem bacanas.

Consulte seus Clientes

pos-venda

Outra fonte de informações valiosas que você não pode ignorar são seus clientes! Que tal pedir a ajuda deles quando você precisa decidir sobre o lançamento de um produto?

Eu gosto de ilustrar isso com um exemplo aqui da Nenem Bacana (para quem ainda não sabe, essa é a minha loja virtual de roupas divertidas para bebês). Constantemente nós lançamos novas estampas como parte da nossa estratégia de negócio.

Como qualquer empresa que trabalhe com produtos físicos, a gestão do estoque é fundamental – “errar na mão” e lançar um produto que “empaque”, pode imobilizar capital desnecessariamente e causar problemas ao negócio.

Certa vez, tivemos a idéia de lançar um body de oncinha que me pareceu lindo … o “feeling” era de que ele venderia como “água no deserto”. Não pensamos duas vezes antes de produzir o modelo sem consultar ninguém, sem fazer uma breve pesquisa de aceitação como sempre conduzimos junto a nossos clientes.

E olha que essas pesquisas, quando feitas por e-mail, não nos tomam nem 20 minutos para serem conduzidas…

Resultado: o modelo teve a PIOR venda de toda a história da marca e, até hoje, mesmo após sucessivas promoções, ainda figura em nosso estoque, o que significa dinheiro parado.

Fuja das Estatísticas de Quebra de Empresas

As estatísticas do IBGE a respeito da quebra de empresas são alarmantes – mais da metade dos negócios fecham as portas após 4 anos de atividade.

Muitas vezes, eu escuto empreendedores que fracassaram em algum negócio reclamarem dos impostos, da burocracia, etc… Não que eles estejam errados – tudo isso é verdade.

Porém, olhar para “dentro de casa” e enxergar o que estamos fazendo de errado, pode impedir que nossas marcas figurem nessas estatísticas tão ruins.

Eu espero ter provocado você a refletir sobre seu processo de tomada de decisões. Como eu disse, seu “sexto sentido empreendedor” não deve ser ignorado, mas utilizar dados, indicadores de performance, informações do seu sistema de informações ou mesmo pesquisas qualitativas, pode fazer toda a diferença entre acertar mais do que errar.

0
MAIS DICAS PARA VOCÊ
Quer receber gratuitamente as atualizações do blog? Insira seu e-mail abaixo para receber minhas dicas, vídeos e outros conteúdos exclusivos para aumentar o lucro dos seus negócios na internet!

Sobre o Autor - Allan Peron
Minha missão: "Ajudar você a conquistar mais vendas e mais faturamento utilizando a Internet". Conheça mais sobre mim e sobre minha jornada como empreendedor e entusiasta do Marketing Digital. Saiba mais →
MAIS ARTIGOS
done is better than perfect
Feito é Melhor que Perfeito – A Frase Que Mudou Minha Forma de Fazer as Coisas …