CONQUISTE MAIS CLIENTES E MAIS FATURAMENTO

Receba GRATUITAMENTE minhas dicas e sacadas para alavancar seus negócios usando a Internet!

e-Commerce

Frete Mais Barato no seu e-Commerce: Aumente as Vendas da sua Loja Virtual!

0
frete mais barato ecommerce

O frete do seu e-commerce é competitivo? Você consegue oferecer um valor atraente para seus potenciais clientes?

Na minha opinião, o valor do frete é um dos fatores cruciais para o sucesso de uma loja virtual, principalmente aquelas em que o ticket médio é baixo, até a casa dos R$150,00.

Oferecer um frete mais barato na sua loja virtual pode aumentar (e muito) suas vendas. Nesse artigo eu vou compartilhar com você uma dica que muita gente desconhece a respeito do frete.

Vamos lá?

Uma Situação Bastante Comum no E-Commerce Brasileiro …

plataforma de e-commerce

Imagine a seguinte situação: Carla, uma potencial cliente da sua loja, acessa seu site, gosta de um produto e acha justo o valor anunciado que aparece na página – R$50,00. Ela adiciona então, o produto ao carrinho e prossegue para a tela de compra.

Ao informar o CEP e calcular o frete, antes de prosseguir para o pagamento, ela se depara com o valor de, digamos, R$ 30,00. Isso representa 60% do valor do produto e ela, assustada, desiste da compra e sai do site (e talvez nunca mais volte!).

É comum nos depararmos com taxas de abandono de carrinho superiores a 85% no e-commerce brasileiro e um dos motivos dessa estatística alarmante, é o alto valor da tarifa de entrega.

Se você está planejando sua loja virtual agora ou entrou no mercado há pouco tempo, provavelmente vai usar os serviços dos Correios, certo?

E porque eu tenho “quase certeza” disso? Porque 9 em cada 10 e-commerces no Brasil utilizam essa empresa como sua parceira de logística!

Isso se deve a dois motivos principais:

  1. Capilaridade – Com Correios, você consegue entregar seus produtos desde a cidade mais ao Norte do Acre até a última cidade lá do Rio Grande do Sul.
  2. Barreira de Entrada das Transportadoras – Em sua maioria, as transportadoras, que seriam uma opção aos Correios, fecham as portas para o pequeno empreendedor. Você precisa ter um volume razoável de vendas para utilizar o serviço delas: às vezes, 10 vendas por dia – 300 vendas ao mês – para fazer sentido começar a utilizá-las.

Você Também Faz Isso em sua Loja Virtual?

O que muitos empreendedores fazem diariamente ao utilizar o serviço dos Correios é:

  1. Separar e embalar os pedidos vendidos no dia anterior.
  2. Dirigir-se até o balcão de uma agência dos Correios para fazer a remessa via PAC ou via SEDEX.
  3. Pagar o valor total relativo as postagens do dia no balcão

O que muita gente desconhece é a possibilidade de você celebrar um contrato com os Correios. E esta é a grande “sacada” que eu gostaria de compartilhar com você nesse artigo.

O que é esse contrato? Quais são os benefícios de usá-lo?

contrato-correios-postagem

Esse contrato lhe possibilita valores muito inferiores nas diferentes modalidades de envio. Você consegue descontos de até 30% sobre o “valor de balcão”.

Para firmar um contrato de postagem com os Correios você precisa:

  1. Ter uma empresa devidamente constituída (com CNPJ regular)
  2. Demonstrar aos Correios que você realmente tem uma loja virtual no ar e que ela faz vendas.
  3. Preencher uma documentação mínima (disponível em qualquer agência própria dessa empresa)

Além do desconto nos valores do PAC e do SEDEX com relação ao preço de balcão, com esse contrato você tem outros vários benefícios:

Acesso ao e-SEDEX

Essa é uma modalidade de frete criada exclusivamente para lojas virtuais e que permite uma economia ainda maior.

Eu fiz uma simulação de um envio partindo aqui de Belo Horizonte, minha cidade, com destino ao interior de São Paulo. Enquanto no SEDEX normal isso deu quase R$ 35,34, no e-SEDEX eu consegui um valor de R$14,80. Ou seja, mais de 50% de desconto, o que torna seu frete muito mais competitivo.

Logística Reversa

Você enviou o produto adquirido pelo cliente e, por algum motivo, ele chegou estragado ou com alguma avaria ou, ainda, o cliente em seu direito como consumidor, recusa o produto (não serviu ou ele simplesmente não gostou).

A pessoa precisa então remeter de volta para você para que sua loja troque o produto ou estorne o valor da transação, certo?

A logística reversa permite “aqui do seu lado”, que alguém da sua equipe emita uma autorização de postagem que será para o cliente.

Isso é bem mais conveniente, já que a pessoa vai simplesmente se dirigir até uma agência dos Correios, sem precisar tirar dinheiro algum no bolso e pagar por isso. Ela apenas levará essa autorização e o custo da postagem será cobrado direto no seu contrato, sem que a pessoa já insatisfeita pelo ocorrido, tenha mais esse transtorno de arcar com o custo da devolução.

Faturamento Mensal

Ao invés de ficar sacando dinheiro toda vez que você vai aos Correios ou pagando no cartão de débito, o que dificulta o controle financeiro da sua loja virtual, você tem uma fatura única mensal.

Você faz os envios durante o mês e, assim como um celular pós-pago, uma fatura detalhada chegará ao endereço junto do respectivo boleto para pagamento. Isso facilita bastante sua operação de logística.

Os benefícios são ótimos certos? O contrato com os Correios pode tornar seu frete muito mais atraente os olhos dos seus potenciais clientes e aumentar com isso suas vendas!

Mas nem tudo são flores …

Pontos Negativos do Contrato com os Correios

como escolher plataforma e-commerce ideal

Agora vamos aos pontos negativos: Quando você celebra esse tipo de contrato, a inclusão do e-SEDEX é opcional.

Quando você não inclui essa modalidade, tem a sua disposição o PAC e o SEDEX convencional. Essa opção já vale a pena na maioria dos casos, porque o desconto chega a 30% sobre o valor de balcão.

No entanto, você tem uma fatura mínima de R$160,00 por mês e, se você NÃO atingir esse valor em um determinado período de cobrança, ainda assim terá que pagar aos Correios esse montante. Pior: a diferença não ficará como crédito para o próximo mês!

Na minha estimativa, isso equivale de 10 a 15 postagens por mês. Portanto, mesmo para quem está nos primeiros meses de operação, acho que é uma quantidade bem plausível de envios.

Se a sua loja não faz nem 10 vendas por mês, isso é um alerta de que alguma coisa está errada e é hora de rever o planejamento e suas ações de marketing.

Agora, se você quiser contar com a modalidade de e-Sedex, em que “a coisa fica melhor” e os descontos tornam-se mais expressivos, a fatura mínima de postagens passa a ser de R$ 1.500,00 por mês.

Esse já é um valor mais alto e eu recomendo que você calcule se seu volume de envios justifica essa modalidade.

Ao fazer seu primeiro contrato, os Correios permitem que você inclua o e-SEDEX “dando” a você uma carência da fatura mínima por 2 meses para fins de testes.

Dessa maneira, você pode testar se esse montante é mesmo adequado ao momento do seu negócio. Se perceber que não está atingindo o valor porque a loja não está escalando as vendas conforme planejado, você pode então pedir que a opção seja desabilitada em seu contrato, sem causar nenhum prejuízo para suas operações.

Gostou de mais essa dica sobre lojas virtuais? Então deixe seu comentário aqui embaixo e compartilhe o artigo com outros empreendedores!

0
MAIS DICAS PARA VOCÊ
Quer receber gratuitamente as atualizações do blog? Insira seu e-mail abaixo para receber minhas dicas, vídeos e outros conteúdos exclusivos para aumentar o lucro dos seus negócios na internet!

Sobre o Autor - Allan Peron
Minha missão: "Ajudar você a conquistar mais vendas e mais faturamento utilizando a Internet". Conheça mais sobre mim e sobre minha jornada como empreendedor e entusiasta do Marketing Digital. Saiba mais →
MAIS ARTIGOS
plataforma de e-commerce
Plataforma de E-Commerce: Tudo que Você Precisa Saber para Não Errar na Escolha
pos-venda
Pós-venda: O que é, Como Fazer e Por que seu eCommerce PRECISA Disso Já!